Entenda a Patagonia

A Patagônia é um vasto território cheio de mistério, que tem um forte magnetismo, e um incrível poder de sedução, capaz de apaixonar todo aquele que se aproximar destas terras deixando-se abraçar pela imensidão de seus horizontes, até se entregar rendido frente a tão contundente demonstração da insignificância do ser humano diante da sublime grandeza da natureza.

Enigmática como poucas regiões no mundo, a Patagônia propõe seu primeiro desafio ao tentar decifrar a origem de seu nome. Sobre ele, existem diferentes versões que indicam a Fernão de Magalhães 
como autor.

Uma delas associa o nome à observação, por parte do navegante, de grandes pegadas realizadas pelos Tehuelches, um povo nativo da região, que se caracterizavam por serem altos e terem uma forte contextura. Outra, diz que Magalhães utilizou o termo “Patagón”, fazendo alusão a um monstro literário, personagem de uma famosa novela medieval.

Uma conjunção perfeita de lagos, rios, montanhas, vales e estepe infinito, uma eterna sucessão de imponentes paisagens, o contato com a natureza na sua máxima expressão e a possibilidade de praticar uma enorme quantidade de atividades que satisfazem as expectativas tanto das almas mais intrépidas como das mais contemplativas, fazem da Patagônia um destino inesgotável, um lugar único onde a natureza desvenda seus segredos e manifesta sua grandeza em todo o seu esplendor.

A partir deste momento convidamos você a fazer uma viagem por estas terras de sonho e sedução. A Patagônia está esperando você.
                                                                                                                                                                                                                                      by Jeff Gonzalez

ONDE FICA A PATAGONIA

A patagonia é uma região, não há limítes fronteiriços, que abarca o sul da Argentina e do Chile. A Cordilheira dos Andes é a sua linha divisória, inclusive na Ilha Grande da Terra do Fogo, que é dividida entre os dois países. 

Nos primeiros meses do ano de 1520, o navegante português Fernão de Magalhães (Hernando de Magallanes), a serviço da Coroa espanhola, explorava a costa atlântica da América do Sul em busca de uma travessia oceânica que permitiria continuar a viagem pelo mar até as Ilhas Molucas (atualmente Indonésia), onde havia abundância de produtos com alto valor na Europa. 

Relata o cronista de sua expediação, Antônio Pigafetta, que "um dia em que menos esperávamos nos apresentou um homem de estatura gigantesca", agregando - em uma hipérbole própria do estilo da época - que "este homem era tão alto que com a cabeça só chegavamos na cintura".

Anotou Pigafetta que "nosso capitão deu a este povo o nome de Patagones" (dizem os historiadores que devido as enormes pegadas que deixavam seus pés), denominação que posteriormente se extendeu - baixo a forma de Patagonia - a todo o extremo austral do continente. 

Uma extensa planície se dilata desde os acantilados costeiros do atlântico na patagonia argentina, cruzando os Andes, até os fiordes cortados da costa pacífica da patagonia chilena. Do Atlântico ao Pacífico, do Rio Colorado até Cabo de Hornos. Do paralelo 37° até 51° S. São mais de 1 milhão de quilômetros quadrados. Maior que 7 países juntos da Europa. É gigante e poderosa! 

Na Patagonia vive uma escassa população - cerca de 1hab/km2 - que se concentra nos vales dos grandes rios que atravessam de leste a oeste. 

É o reino do Vento - The Land of the Wind, como diz a National Geographic. O reino animal, com guanacos, maras, choiques, raposas e inclusive pumas e gatos montés (gatos selvagens) vivem livremente na imensidão desértica na qual o ser humano toma consciência de sua pequenez. 

Politicamente, a Patagonia Argentina está conformada pelas províncias de La Pampa, Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Terra do Fogo. Geograficamente desde o atlântico até a Cordilheira dos Andes, com o rio Colorado ao norte. No sul atravessa o Estreito de Magalhães, continua pela Ilha Grande da Terra do Fogo até algumas ilhas do Canal de Beagle, onde está a conhecida cidade do fim do mundo, Ushuaia. 

Na Patagonia Chilena, as regiões inseridas são, Aysén, Magallanes e dos Lagos. Geograficamente a Patagonia chilena, é caracterizada por ser uma imensa biorregião que apresenta uma geografia muito variada, o que resulta em uma grande diversidade de paisagens, climas, cultura e ecossistemas: montanhas, fiordes, canais e ilhas , devido ao colapso da Cordilheira dos Andes.